Testemunho Pe. Beneval

Por - Categoria -- > Sem categoria, Testemunho

pe beneval   O chamado de Deus é algo habitual na história da salvação. Primeiramente Deus nos chama à vida e à santidade; em seguida nos chama a um estado de vida específico onde poderemos encontrar ai a verdadeira felicidade deixando Deus nos conduzir segundo o se projeto de amor para conosco, haja visto que, vocação certa, pessoa feliz.
Se dissesse que desde criança já sentia o desejo de me doar inteiramente ao Senhor por meio de uma consagração total a Ele e sua Igreja estaria enganando-me e também a vocês caros leitores. Acredito que esse desejo começou a brotar em mim a partir dos meus 17 anos de idade, porém, sempre procurava fazer algo diferente para ver se tal sentimento passava logo.
Seguia tranquilo em minha vida e projetando meu futuro como qualquer outra pessoa, contudo, aquela voz interior continuava a me incomodar. Então tive a coragem de partilhar com alguns amigos (2) essa minha inquietação, além de pedi-los segredo, algo que eles guardaram muito bem. Daí segue um dos motivos para o meu lema: “Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a sua vida pelos seus amigos” (Jo. 15,13).
Algo que me chamava muito a atenção era o testemunho de vida de alguns sacerdotes em nossa diocese. Mesmo não sendo tão próximo deles podia notar algo diferente e isso me impulsionava a dar uma resposta ao chamado que Deus mesmo me fazia.
Depois de muitas lutas, alegrias, crises e angústias recebi o convite para participar de um encontro em Mara Rosa (IDE), aceitei e fui decidido a dar uma resposta e assim o fiz, não sem receio, mas confiante e feliz.
Enfim, ingressei no seminário no dia 21 de janeiro de 2004 com 20 anos de idade. Algumas pessoas aceitaram bem, outras ficaram meio incrédulas, e não podia ser diferente, pois o chamado de Deus é um mistério. Algo afirmo com toda certeza, sou muito feliz e agradecido ao Bom Deus pelo dom da vocação sacerdotal. Agradeço também, por todas aquelas pessoas que rezam e rezaram sempre por mim.
Deus continua a chamar ainda hoje a muitas pessoas a se doarem inteiramente a Ele numa vida consagrada, portanto, coragem, Deus espera uma resposta!

Pe. Beneval Teles

DEIXE SEU COMENTÁRIO